Enquete do PL 2058/2021

Resultado

Resultado final : desde 07/06/2021

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 588 30%
Concordo na maior parte 62 3%
Estou indeciso 9 0%
Discordo na maior parte 118 6%
Discordo totalmente 1.208 61%

O que foi dito

Pontos mais populares

Ponto positivo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Ponto negativo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 410 encontrados.

Baixar
  • Ponto negativo: Sou tec em enfermagem e trabalho por plantao 24h, Fica difícil voltar agora com 6 meses e gravidez de alto risco.

    Jane Célia Data 09/03/2022
    1 gostaram
  • Ponto negativo: É difícil para o patrão e infelizmente para a gestante tambem. Quando estava trabalhando, pegava 4 onibus por dia para ir e voltar, num período de 2 meses peguei COVID 3 vezes e gripei inumeras vezes. Tem 50 dias que estou afastada e gracas a Deus não tive nada, nem gripe peguei, porem fico em isolamento absoluto. É dificil opnar nessa questão, a gestante ou o patrão vai ficar prejudicado, e nesse caso os deputados optaram a favor dos empregadores. Vai ser complicado voltar agora com 7 meses.

    Júlia Moreira Data 09/03/2022
    3 gostaram
  • Ponto negativo: Só sinto vontade de ficar em cima da cama. Aí estou imaginando passar por isso no trabalho, não sei se serei produtiva, fora o risco que ainda vou correr, principalmente nos coletivos que não mudou nada desde o início da pandemia (super lotados) com e sem pessoas de mascara. O que acho engraçado é que o deputado não foi nem na câmara votar a modificação da lei fez isso em casa msm com medo do COVID aí quer colocar as grávidas de volta ao trabalho kkkk engraçado demais. Enfim não concordo.

    SORAIA SILVA ODILIO DE OLIVEIRA Data 08/03/2022
    3 gostaram
  • Ponto negativo: Trabalho em hospital, estou grávida de 14Se3d é minha primeira gestação. Eu não concordo com a volta ao trabalho nesse momento, concordo que gravidez não é doença e não é mesmo, porém exige cuidados e tbm é uma fase difícil pra mulher fisiologicamente. Eu estou em casa o tempo todo, só saio pra ir as consultas e exames e está sendo muito difícil pra mim, vômito tudo que como até água, já fui pra emergência 2 vezes sentindo dores no estômago e muita dor de cabeça, não tenho força nem pra andar…..

    SORAIA SILVA ODILIO DE OLIVEIRA Data 08/03/2022
    2 gostaram
  • Ponto negativo: Acho um absurdo, pois o feto não tem como se defender e mesmo com as 3 doses da vacina ninguém garante a imunização total que não possa causar riscos ao bebê e as mães também. Deveriam manter-se afastadas.

    Maria Clara Sena norat barbosa Data 08/03/2022
    2 gostaram
  • Ponto positivo: Eu concordo em retornar ao trabalho, já estou entediada de ficar em casa, recebendo sem trabalhar, me sinto inútil.

    Priscila Regina Alves dos Santos Data 08/03/2022
    1 gostaram
  • Ponto negativo: Trabalho em hospital diretamente com gestantes e conheço muito bem os riscos. Não quero ser mais uma a dar a cara a tapa nessa hora expondo o meu bebê. É horrível pensar nos empresários que não são mães ou pais nessa hora. Quando tudo passar é outra história. A mulher não só poderá trabalhar como domina muito bem tudo o que se propõe a fazer. Agora nesse momento a maior vítima não pode nem se defender (Os bebês em formação).

    Vivian Santos Gomes Nascimento Data 07/03/2022
    6 gostaram
  • Ponto negativo: PL absurdo. Mesmo com a vacinação completa não temos garantia da imunização, estamos com a imunidade baixa e não temos ideia do que pode acontecer ao feto se a mãe contrair o vírus. Esse PL deveria ser mais flexível em relação ao tipo de função que a mulher exerce, com quem ela tem contato e seu percurso até o trabalho. Além disso, a remuneração da gestante, sem prejuízos, deveria ser paga pelo INSS. É para situações como essa, inclusive, que contribuímos todos os meses.

    Cleidiane Laurett Data 07/03/2022
    4 gostaram
  • Ponto positivo: Trabalho em hospital pego ônibus e já peguei covid . Mesmo vacinada n estou totalmente imunizada e ainda coloco risco para meu Bebê. Acho q eles devem repensar isso só vai favorecer os empresários...Pensa na vida humana pelo menos um pouco é preciso repensar , covid n acabou vai nos Hospitais que iram ver de perto !

    Cecilia Barbosa Data 04/03/2022
    8 gostaram
  • Ponto positivo: É um absurdo essa lei, a gestante faz parte do grupo de risco, não devem expor duas vidas dessa forma, espero que o presidente tenha um pouco de humildade e veta esse absurdo, senão todos deveriam voltar a trabalhar presencial, inclusive os parlamentares q votaram nessa lei de dentro de suas casas.

    Daiane Gomes Bernardo Data 04/03/2022
    8 gostaram