Enquete do PL 4926/2020

O Projeto de Lei 4926/20 assegura pensão vitalícia aos cônjuges ou companheiros de brigadistas que atuam no Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), pertencente ao Ibama. A proposta tramita na Câmara dos Deputados. O texto, do deputado Célio Studart (PV-CE), prevê ainda o pagamento de uma indenização de R$ 50 mil aos dependentes dos brigadistas, chefes de esquadrão e chefes de brigada do Prevfogo. Com sede em Brasília, o órgão é responsável pelo treinamento dos brigadistas que atuam no combate a incêndios florestais em todo o País. Studart afirma que os brigadistas exercem um papel fundamental na preservação dos ecossistemas. A atividade, acrescenta ele, é desempenhada com pouco retorno financeiro, uma vez que a média salarial é de um salário mínimo, e “grandes sacrifícios”. Somente neste ano, relatou, dois brigadistas, um deles voluntário, morreram enquanto combatiam queimadas. “O projeto é apenas um pequeno passo em direção ao reconhecimento da luta e sacrifício dos brigadistas, que arriscam a vida ao proteger o meio ambiente”, disse. Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei