Enquete do PL 1581/2020

Resultado

Resultado final : desde 06/04/2020

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 15 16%
Concordo na maior parte 3 3%
Estou indeciso 0 0%
Discordo na maior parte 8 8%
Discordo totalmente 69 73%

O que foi dito

Pontos mais populares

Ponto positivo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Ponto negativo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 25 encontrados.

Baixar
  • Ponto negativo: Perdão de dívidas/ contribuições dos evang elicos

    Abdoral Rodrigues Arco-verde Data 12/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Em relação a emenda do deputado David Soares para perdoar as dividas das igrejas, esse dinheiro é do povo brasileiro sofrido, as igrejas já têm muitos benefícios indevidamente.

    Milton Soares de Morais Data 11/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Como partidos de "ESQUERDA", como PCdoB, PT, e o próprio PDT de Ciro Gomes, numa crise como esta, votam a favor desta PL, "VERGONHOSO"!!!

    Walter Profili Data 10/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: A maioria desses templos religiosos, possuem outros seguimentos, além dos religiosos, Chega de privilégios, se o seguimento não é religioso, tem que ser enquadrados como empresas, e recolherem os tributos e contribuições. Não ao perdão das dívidas desses templos

    De Paula Venâncio Data 09/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Injustiça na Casa do Senhor. A anistia de um bilhão de reais em débitos tribuários que o Congresso quer dar às igrejas, também está incluído a contribuição previdenciária, ou seja, não pagar o INSS que não é autossuficiente justamente por não receber créditos de pessoas jurídicas (porque o trabalhador assalariado não tem como sonegar aquilo que é "garfado" do seu holerite). Se existe um motivo para não mais crer em Deus, este motivo está dentro das igrejas.

    FRANZ JOSEF HILDINGER Data 09/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Isenção tributária para igrejas

    Rodrigo Castilho Ribeiro Data 09/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: As obrigações fiscais deveriam ser iguais a todos e não haver qualquer benesse a ninguém por mais privilegiado que for.

    walmir Data 09/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Dívidas devem ser pagas, sobretudo, por quem tem condições de pagar.

    Marcos Henrique Coelho Data 09/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto positivo: Acordo é melhor do que litígio.

    Marcos Henrique Coelho Data 09/09/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Neste período de grande dificuldade para a União, não é hora de perdoar dívidas de Igreja! As igrejas detém um poder imenso com o dinheiro dos pobres fiéis, elas não precisam de mais benesses do governo!! Dinheiro de impostos que poderiam ser usados na educação, saúde e segurança!!

    Conrado de Castro Assunção Data 08/09/2020
    0 gostaram