Enquete do PL 873/2020

Resultado

Resultado final : desde 03/04/2020

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 145 87%
Concordo na maior parte 15 9%
Estou indeciso 1 1%
Discordo na maior parte 3 2%
Discordo totalmente 2 1%

O que foi dito

Pontos mais populares

Ponto positivo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Ponto negativo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 52 encontrados.

Baixar
  • Ponto positivo: Eu ,sou mãe de 3 filhos recebo o bolsa no ano ,dou Mei no ano de 2018 e não tenho como comprovar minha renda então resolvi fazer um declaração para adquirir uma casa própria pela caixa ,então devido a situação eu nem consegui paga ao imposto ,estão agora tirando meu direito de recebe o auxílio , tirando conclusões de 2018 o covid foi quando mesmo a nossa situação de calamidade é agora pelo amor de Deus senhor excelentíssimo Presidente eu preciso dar comida a meus filhos.

    Travessuras com Bia e Peu Data 07/05/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Precisam repensar nas pessoas que tiveram rendimento acima de R$28.000 em 2018, em 2 anos a situação econômica de um trabalhador pode mudar. Muitas pessoas que trabalham em 2018 e tiveram um rendimento alto, hoje estão desempregadas e dependem sim do auxilio emergencial para coisas básicas como comprar comida. Esse critério tem que ser avaliado para a situação atual, ou seja, se a pessoa esta desempregada atualmente, precisa sim do auxílio.

    Ana Beatriz Lourenço Affonso Data 29/04/2020
    0 gostaram
  • Ponto positivo: Se faz necessário retirar esse rendimentos tributáveis em 2018. A realidade vivida em 2020 é outra, essa parte do texto foi um absurdo ter passado e sido sancionado...

    francisca mota Data 24/04/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: NAO CONCORDO QUE OS APOSENTADOS QUE RECEBE NO MINIMO UM SALARIO MINIMO SEMPRE PAGOU AO INSS NAO TER DIREITO AO AUXILIO EMERGENCIAL E OS BOLCA FAMILIA QUE NUNCA CONTRIBUIO COM A NACAO TER DIREITO AO AUXILIO EMERGENCIAL ISSO E UM ABSURDO AI NAO CONCORDO OU DEVE TER ESQUERCIDO NESTE DETALHO QUEM FORMALIZOU ESTA PROPOSTA . AGUARDO UMA RESPOSTA JOSEMARIO

    JOSEMARIO GUIMARAES DE ARAUJO RAMOS Data 23/04/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Aumentam o gasto sem dizer de onde vem a verba.

    Hilda Agostinho Data 23/04/2020
    1 gostaram
  • Ponto negativo: Exclui aposentados com menos de três salários minimo

    Sergio Roberto de Mattos Data 21/04/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Não há fonte de recursos indicada, a estimativa de custo é de 144bilhões, Governo já enviou sua proposta de proteção ao emprego e à renda, fazendo essa medida ter redundância. Está ficando perceptível a intenção dos senadores e deputados inchar a máquina pública de dívidas. Se a inflação for gerada, a culpa será do Senado e da Câmara dos Deputados. Estamos atentos.

    Jonatan Jon Data 19/04/2020
    1 gostaram
  • Ponto positivo: Todos tem direito ao benefício pois muitos autônomos que ganhavam mais do que o limite de renda de 2018 hoje não estão recebendo nada.

    Kadu Godinho Data 17/04/2020
    0 gostaram
  • Ponto positivo: Concordo com gestante menores, sou fotógrafa e tenho 17 anos eu que pagava as despesas em casa. Meu filho nasce 26/05, concordo em muita coisa. O genitor é maior e vai pegar o auxílio e a lei não vai obrigar lo a dividir. Enfim, espero que seja aprovado.

    Alice Maria Data 16/04/2020
    1 gostaram
  • Ponto positivo: Ajuda a uma parte maior da populaçao.

    Camila santos da conceiçao Data 16/04/2020
    0 gostaram