Enquete do PL 3857/2019

Estabelece tratamento penal mais rígido a condutas praticadas com o auxilio da Internet