Enquete do PL 3123/2015

Resultado

Resultado final : desde 03/05/2018

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 8 80%
Concordo na maior parte 1 10%
Estou indeciso 0 0%
Discordo na maior parte 0 0%
Discordo totalmente 1 10%

Resultado na metodologia anterior Sobre Resultado na metodologia anterior?

Resultado final : desde 03/05/2018

Representação dos dados do gráfico em forma de tabela
Opção Participações Percentual
Concordo 5 71%
Discordo 2 29%

O que foi dito

Pontos mais populares

Ponto positivo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Ponto negativo: Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volupat. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipscing elit, sed diam nonummy nibh erat volupat.

Fulano de tal Data 00/00/0000
0 gostaram

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 3 de 3 encontrados.

Baixar
  • Ponto positivo: Essa regulamentação é fundamental no momento em que vivemos e combate diversas verbas indenizatórias aberrantes de abusivas e atinge apenas de fato a elite do funcionalismo e não o servidor efetivo comum. Esperamos que tal projeto seja aprovado logo e que seja incluído nele para fins do abate teto o abono permanência também.

    REGIS LOPES Data 16/04/2020
    0 gostaram
  • Ponto negativo: Algumas verbas como horas extras, retribuição por plantão e sobreaviso não deveriam ser incluídas na limitação do teto, pois são uma contraprestação a trabalho efetivamente executado (além do trabalho regular).

    Juliano Guimaraes Hofliger Data 07/10/2019
    1 gostaram
  • Ponto positivo: O projeto regulamenta a Constituição Federal em um tema muito importante, combatendo a desigualdade social no país. Moraliza as despesas públicas, combate salários exagerados, respeita o contribuinte.

    Juliano Guimaraes Hofliger Data 07/10/2019
    3 gostaram